mobilizadoBLOG in English

« Pontomobi no XI Fórum Abanet | Main | Mobile site da MTV lança gincana de Natal »

22 novembro 2010

Comments

Ian Castro

É um bom raciocínio – e eu concordo com boa parte dele – só sou obrigado a discordar de uma coisa: essa paridade no eixo de decisão não significa que internet = mobile + web.

Como John Pettengill, designer de interação da Razorfish, já apontou há um tempo: o fato é que as características intrínsecas aos dispositivos móveis imprimem na internet utilizações distintas àquelas que existem nos computadores. Desta forma, o avanço e amadurecimento do ambiente mobile não irão eliminar a “distinção limitadora, entre internet e mobile” como Terence coloca, pois este ambiente possui características particulares, que devem ser exploradas de formas distintas.

Eu discorri mais sobre a questão em um post no meu próprio blog, se estiver interessado, acesse: http://www.intermidias.com.br/2010/12/internet-mobile-web/

Paco Torras

Só faço um comentário quando vc pergunta qual diferença faz uma rede ser mais "esperta" que a outra: tarifação faz essa diferença. A gente sabe que por enquanto a tarifação na operadora ainda é mais eficaz do que outros meios como o cartão de crédito do iTunes. Então uma rede que possa oferecer variedade na forma de tarifação ainda, por enquanto, é o que pode diferenciar e atrair serviços que outras redes menos elaboradas talvez não possam oferecer. Não sei se ainda existe alguma restrição regulatória, mas para mim é talvez o único ponto em que as operadoras podem se agarrar para não perderem o trem. Senão vai tudo para cartão, NFC e outros meios que ainda vão aparecer.

The comments to this entry are closed.